ANTES DA PERGUNTA, QUERO CONTAR MINHA HISTÓRIA MILHA LINDA. Essa história começa quando um dia, uma moça(eu) vai a uma igreja louvar, e nesta igreja tem um rapaz, que quando vê essa menina que sou eu, ele sente algo diferente por ela, ou seja, vê ela de uma maneira especial. Depois disso, passa-se 4 meses, e na igreja dessa menina (eu), está havendo uma campanha, e sem ela saber esse rapaz que tinha visto ela em sua igreja, agora visita a igreja dessa moça sem saber que ela era de lá, e quando ele a vê, ele fica surpreso e sente algo especial.Assim, depois desta data, se passa dois meses, até que ele e sua família mudam-se para a igreja desta moça, pois seu pai na fé resolve os ajudar, convidando eles a morarem perto dele, e assim acontece. E no mesmo mês, essa jovem recebe uma missão muito importante da parte de Deus, de liderar os jovens, e assim ela aceita o chamado de Deus para sua vida, acontecendo então que esta tal moça será a partir disso líder do jovem que quando a viu pela primeira vez sentiu algo especial, mesmo ela não sabendo disso, e assim ela começa desenvolver o trabalho com os jovens e cria um grupo do whats para que os jovens possam se comunicar melhor sobre os trabalhos da igreja. Até que um certo dia, esse rapaz chama a moça no privado para conversarem, pois ambos estavam aprendendo a mesma coisa, que era tocar violão, e assim ela ajuda ela com algumas dúvidas que ela tinha, e mal sabia eles que a partir desse dia, ali começa a surgir uma grande amizade, a ponto desta moça se abrir a ele como nunca tinha se abrido com ninguém antes e vice-versa, e assim a amizade crescia ainda mais. Um certo dia, esse rapaz, faz uma prova para ver se consegue pular de série, pois estava atrasado, e ele passa, e por consequência disso, ele precisou mudar para outra escola, e sabe que escola ele foi?! Sim, isso mesmo… a mesma escola da moça, de sua melhor amiga, líder de jovens, e assim, começaram se ver bastante, não somente na igreja, mas também na escola e até no ônibus ( quando não marcávamos de nos encontrar no mesmo horário kkk), e ambos começaram a desfrutar de uma verdadeira amizade, aonde tinham Deus como base de tudo disso. Um dia eles combinaram de passear de ônibus depois do horário de trabalho, apenas como bons amigos, e no ônibus eles conversaram, riram, um passeio de amigos, mas quando eles foram pegar o ônibus para irem embora para suas casas, o ônibus demorou muito, e com isso acabaram chegando em casa a noite, e quando o pai dele na fé descobre isso, fica bastante nervoso com tudo isso, pois mesmo que foi na inocência, houve falta de vigilância de ambas as partes, mas mesmo que tudo isso tivesse acontecido, prometemos um ao outro que não deixaríamos nossa amizade se abalar por conta disso. Ok… mas antes desse fato acontecer… um dia estávamos vindo do colégio, e percebi que ele estava um pouco triste, ( UM CONHECE TÃO BEM O OUTRO, QUE SABE QUANDO UM NÃO ESTÁ BEM). E ele se abre comigo, e contou que gostava de uma moça, e que começou a sentir algo diferente por ela quando ele a reencontrou em um lugar que ela também estava, ( ELE NÃO DISSE QUEM ERA),mas mesmo sem saber, senti que essa moça era eu, mas não falei nada a ele, e orientei a ele a respeito, e o fato dele ter ficado triste com isso, foi que o seu pai na fé supervalorizou a moça, dando a entender que ela não servia para ele, e etc… mas aí dei uma palavra a ele, e assim ele ficou feliz. Depois disso, se passa mais ou menos um mês, e a amizade está mais forte que nunca, até que um dia ela percebeu que ela gostava muitíssimo seu amigo e irmão a qual ela tanto considera, mas ela começou a perceber que gostava dele além disso também, mas ela viu que esse sentimento era maior do que ela imaginava, e com isso ela começa a ficar triste e angustiada, pois ela queria ver ele apenas como amigo e irmão, pois ela tinha muito medo de perder uma amizade que ela demorou sua vida inteira para ter, uma amizade que foi fruto de oração, e que Deus a presenteou, e mesmo ela desconfiada de que seu amigo gostava dela também, ela tinha medo de perder, assim como ele também tinha medo de perdê-la, pois ele também nunca tinha tido uma amizade assim. Alguns dias se passam, e eles se encontram no ônibus por acaso, e ali começam a conversar sobre as coisas de Deus, até que uma hora ele diz a ela que precisava dizer algo a ela, dizer a ela o que ele tinha prometido falar a ela no final do ano, mas ele disse que queria dizer agora, pois isso estava o incomodando um pouco, e isso foi a resposta de Deus para ela, pois antes de sair de casa, ela tinha falado para Deus que precisava contar isso, mas se era realmente para ela contar, que era para o Senhor lhe dar um sinal, e com essa confissão dele, ela imediatamente entendeu que era um sinal de Deus. E assim que ambos chegam em casa, começam a conversar e assim um diz ao outro o que sentia… e ele na mesma hora chorou de felicidade, pois ele achava que eu gostava dele como amigo… e assim foi nossa conversa. Depois que disse a ele tudo que sentia, ele contou a seu pai na fé, que nos chamou para conversar na igreja, e seu pai na fé contou toda a história desde o início, de quando fui a igreja dele… e etc, foi bem longa a história…, mas uma coisa que me chamou a atenção, o seu pai na fé disse a nós que não éramos um para o outro, que Deus tinha outra pessoa para nós, e disse que o inimigo queria nos matar espiritualmente… e depois de falar, ele nos fez as seguintes perguntas SE QUERÍAMOS ORAR PARA DEUS TIRAR ESSE SENTIMENTO,OU PARA DEUS ABENÇÕAR ESTE RELACIONAMENTO DAQUI A ALGUNS ANOS, pois ele nos disse que o que começa errado, termina errado ( concordo nesta questão), mas aí rapidamente ele muda de idéia e nos propões de fazermos uma campanha para nossa vida espiritual, e assim fizemos por sete dias, isso foi no começo das férias, e durante nossas férias reduzimos nosso contato, paramos de pegar o mesmo ônibus, de se falar no whats, passamos mais tempo com Deus, e foi bem difícil, pois muitos da igreja começaram a falar sobre isso, e até seu pai na fé, dizendo que se fosse amor verdadeiro não teríamos desistido tão fácil, o que me deixou tão triste… Mas o fato é que nessas férias todos os dias pensava, e sentia dentro de mim, como se algo me dissesse que isso não era tudo, e que nada foi em vão e que nada acontece por acaso, e que tudo isso tem um propósito, e sentia que esse não, não era definitivo, mas momentâneo… até que me deparei com um vídeo da YOUTUBER Natália Araújo “PROFECIA NO NAMORO/ O “NÃO DE DEUS” DO MEU MARIDO. e ali também entendi, que se Deus respondesse com um SIM, eu e ele não saberíamos esperar o tempo de Deus, não ficaríamos preocupados em fazer o melhor para o Senhor, pois ficaríamos pensando somente nessa questão. Então acredito que esse “NÃO” que recebemos esteja relacionado ao tempo, pelo fato de ainda não estarmos preparados para isso, pois primeiro precisamos nos amadurecer tanto como pessoa, como também espiritualmente. E nossa idade também indica que agora não é a hora, não somente pela idade, porque isso conta muito também, tenho 17, prestes a completar 18, e ele 16, sendo eu mais velha, apesar dele aparentar mais velho do que é, mas a maturidade dele é de uma pessoa com mais idade, pois ele já tem sonho em constituir uma família, é responsável, bom rapaz, um servo de Deus de muita oração, e somos bem parecidos, pois temos chamados na casa do Senhor, e nos damos muito bem, Então querida, peço desculpa pelo imenso texto que fiz você ler, mas senti em compartilhar contigo, gostaria de saber sua opinião sobre essa história, que sei que não aconteceu por acaso. Escrevi uma cartinha em forma de oração, orando por esse propósito, eu aceitei a vontade de Deus, mas sinto em meu coração quem tem algo muito especial nessa história, ainda somos amigos e agora ele provavelmente será o vice- líder de jovens, a qual ele me disse. Estou tranquila e em paz, e decidi fazer a obra do Senhor mais que nunca e deixar o tempo passar, e ver o que Deus tem para mim. Mas exatamente no mês de outubro, logo após que completei meus 18 anos, ele se afastou de mim, e certo dia ele estava comentando tudo isso que aconteceu conosco com alguns de nossos colegas em comum, e perguntei a ele se foi por isso que ele se afastou, mas ele disse que não, é muito chato essa situação, eu gosto muito dele como amigo e irmão, mas sinto que estou perdendo sua amizade, e não tem como nos afastar totalmente, somos da mesma igreja, e sou líder de jovens. O que me entristece é de seu pai na fé ter falado para todos sobre tal situação! O que devo fazer a respeito disso? Como se posicionar sobre isso? Vc acha que pode tudo isso ter acontecido por acaso? E a atitude de seu pai? Escrevi uma cartinha pedindo uma confirmação do Senhor, vc acha que devo orar por isso pedindo ao Senhor para confirmar o que ele tem, ou devo desistir? Vc acha que toda essa história foi mera coincidência? Obrigada. E.

Hello, E.! Muito obrigada por compartilhar sua história. Em minha opinião, sua decisão de seguir com a vida, ficar na sua e esperar Deus mostrar o próximo passo é muito acertada! Quando as coisas começam a ficar meio enroladas, é sempre melhor apertar o botão de pausa e aguardar até Deus esclarecer o que vem a seguir. Eu sei que é difícil ver que o relacionamento com seu amigo mudou, mas não há muita coisa que você possa fazer no momento (além da coisa mais poderosa de todas, que é continuar orando). Meu conselho é que você continue sendo amigável, tratando-o bem e aguardando para ver como o Senhor irá encaminhar as coisas. Esses períodos de espera e indefinição com certeza não são fáceis, mas são uma excelente oportunidade de confiar na bondade e nos bons planos de Deus – planos esses que geralmente ele vai revelando aos poucos, um passinho de cada vez e de forma pessoal, para você. Eu acredito que Deus pode usar outras pessoas para nos ajudar a entender a vontade dele, mas também é importante tomar muuuuito cuidado com profecias, revelações e coisas do gênero, pois o coração humano é enganoso e tudo de que precisamos saber já nos foi revelado na Palavra de Deus. Portanto, use esse tempo para continuar se dedicando ao estudo da Bíblia, deixando que o Espírito trabalhe em sua vida e sabendo que, no momento certo, Deus vai mostrar a etapa seguinte de sua vida afetiva. Não busque sinais, confirmações ou coisas parecidas. Apenas espere em silêncio (gosto demais do salmo 62!). Quando Deus quiser, ele vai mostrar. E não se preocupe demais em entender se os acontecimentos foram coincidência ou não. Confie que Deus sabia o que estava fazendo quando permitiu que tudo isso acontecesse.

Se possível, não se abra demais com esse pai na fé. Em minha opinião ele não fez bem em ter contado para outros sobre você e seu amigo. Foi uma traição de sua confiança e, portanto, é melhor evitar de falar sobre qualquer coisa sua para ele. Você não tem obrigação de prestar contas a ele. Peça muita sabedoria de Deus para lidar com esse aspecto da história.

Acima de tudo, confie que os planos de Deus nunca podem ser frustrados. Quando andamos bem perto dele, ele cumpre todos os seus propósitos para nossa vida. Por isso não precisamos ficar ansiosas e angustiadas. Podemos esperar nele em paz!

Até a próxima, amiga!

 

Kisses,

Su

 

P.S.: Quem sabe você pode se interessar neste post, que fala sobre buscar a vontade de Deus:

http://depapocomasu.blog.br/deus/2018/05/revelacoes-sinais-e-sonhos-tome-cuidado/

Compartilhe!:

Posts Relacionados