Brigas constantes com os pais

Sim, isso é muito chato! Talvez você sinta que de um tempo para cá algo mudou no relacionamento com eles. Parece que implicam a todo momento e não querem deixar você ser livre para fazer o que quer. Talvez você tenha perdido a paciência para conversar e tudo o que consegue é responder e esbravejar. É bem possível que todos pareçam estar bastante mal-humorados em sua casa.

Se isso está acontecendo, se ultimamente o dia a dia com seus pais está pautado por brigas e discussões, a primeira coisa a fazer é manter a calma. Respire fundo e analise a situação de cabeça fria.

Você já parou para pensar sobre os motivos que têm gerado essas discussões?

Eles não querem que você chegue muito tarde em casa? Não gostam de alguma nova amizade que fez? Pegam no seu pé para que arrume o quarto? Não querem deixar você sair com os colegas da escola? Reclamam de tudo?

Na maioria dos casos, uma boa conversa resolve todo o problema, sabia? Na verdade, bons pais e boas mães gostam de proteger os filhos. Eles não querem ver aqueles a quem amam correndo algum tipo de perigo ou fazendo algo que possa prejudicá-los. O que acontece é que muitos, por não saberem lidar direito com esse sentimento, acabam sendo pais superprotetores. E isso não é lá muito legal.

Pode ser que você realmente esteja correndo riscos ao chegar muito tarde em casa. É possível que seu quarto esteja bem bagunçado e tudo o que eles querem é um pouco de ordem. Algo bastante positivo, não é mesmo? Talvez aquele novo amigo não seja uma boa influência para sua vida. Neste caso, ponderar se vale a pena continuar com essa amizade é algo muito importante a considerar. Por isso, pense sobre os motivos das discussões com cuidado.

Diante dessas situações, a melhor atitude é chamar seus pais para conversar. Exponha a eles aquilo que está incomodando seu coração. Mostre que você é alguém responsável e que conta com a ajuda deles. A partir do momento que seus pais enxergarem que você está falando a verdade e que é uma menina de palavra, firme e confiável, certamente a deixarão mais à vontade.

Em momentos de tensão, decida contar até dez e a agir com calma. Brigar não é uma boa solução e só traz dor de cabeça. Converse tranquilamente e com inteligência. Assim, ao invés de estresse e discussão, vocês poderão ter ótimos papos. Dessa forma, você se tornará alguém mais confiável, e seus pais, certamente, vão se sentir seguros para dar a você mais independência para tomar boas e saudáveis decisões.

Não se esqueça de orar a respeito dessas discussões e de pedir a Deus paciência e sabedoria. Ele quer ajudá-la e está disposto a estender-lhe a mão para que haja paz e muita alegria em seu lar. Lembre-se: Mantenha a calma! Se você falhar no princípio, não desanime. Seja persistente e construa dia a dia um ambiente bem gostoso, de muita união e amor entre seus pais e você. Siga esses conselhos e dê o primeiro passo. Você só tem a ganhar! •

Leia também:

Violência doméstica. Como lidar?

Compartilhe!:

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *