Oi Su!! Como você está? Espero que bem. Eu gostei bastante da sua última resposta, principalmente por causa do versículo Hebreus 4:16. Eu tinha meditado nesse texto um dia que estava me sentindo muito culpada e fiquei muito feliz depois se lê-lo. Agora estou me sentindo bem melhor e com a consciência de que Jesus me ama e eu devo lembrar, olhar e confiar sempre nele. Esse pensamento me deixa muito mais leve. É tão linda a forma como Jesus nos liberta dos pesos que insistimos em carregar nas costas! <3 Bom, hoje eu queria tirar uma dúvida sobre um tema que tem me deixado um pouco confusa: o arrebatamento. Eu acredito por causa do texto de Mateus 24, que diz que estarão dois em um moinho e um será tirado, outro deixado e também por causa da constante proteção de Deus. Qual a sua opinião sobre o assunto? Obrigada Su! E desculpa pelas perguntas sempre longas. Beijos! C.

Hello, C.! Fico muito feliz de saber que Deus usou Hebreus 4.16 para falar ao seu coração e lhe dar paz. Ele é muito bom!

Quanto a sua dúvida sobre o arrebatamento, confesso que não tenho uma resposta definida. Isso porque, a meu ver, a Bíblia não dos dá informações suficientes para sabermos exatamente como será a segunda vinda de Jesus. Muitas das discussões a esse respeito envolvem especulação e imaginação.

Se Deus fez questão de não revelar quando será, também não existe motivo para ele nos dizer em detalhes como será.

Minha impressão é de que a maioria dos textos sobre a segunda vinda e o fim dos tempos não é literal, mas simbólica (com certeza é o caso de Apocalipse!). Isso significa que as descrições bíblicas do fim dos tempos não são um “roteiro” de novela, rsrs. Elas nos mostram princípios e conceitos. O mais importante em Mateus 24, por exemplo, é a ideia de que Cristo vai voltar de repente. Alguns estarão alertas e preparados (os que têm Cristo como Salvador e Senhor), e outros não. Os que não andam com Cristo serão julgados, pois não aceitaram a salvação.

Existem “zilhões” de linhas teológicas e de interpretações sobre esses assuntos, a ponto de causar divisão dentro das igrejas (o que é muuuuito triste). Se você pensar com calma, porém, vai ver que essas discussões são apenas para satisfazer nossa curiosidade. Elas não têm nenhuma importância verdadeira para nossa vida com Deus e nosso crescimento espiritual. Por isso, a meu ver, Deus não esclareceu essas coisas para nós – ele sabe que não precisamos dessas informações. Ele só deixou muito claro que a história tem começo, meio e fim. E o final para aqueles que estão em Cristo com certeza será feliz. Ao mesmo tempo, também será uma belíssima surpresa, justamente porque não temos os detalhes 🙂

É isso, amiga! Que Deus nos ajude a lidar com as perguntas para as quais só teremos resposta no dia maravilhoso em que encontrarmos com ele pessoalmente.

Até a próxima!

 

Kisses,

Su

 

Compartilhe!:

Posts Relacionados