Oi Su! Eu sou aquela menina da pergunta sobre a dúvida da personalidade haha. O dia que enviei essa pergunta pra você, eu fiquei um tempão mexendo no site pra achar isso, que no caso vai explicar muita coisa: (http://www.faithgirlz.com.br/index.php/oi-su-faz-tempo-que-eu-nao-escrevo-voce-se-lembra-da-minha-situacao-da-escola-mudei-de-escola-fui-para-uma-aqui-perto-de-casanao-consigo-mais-entrar-na-escola-tenho-amigas-lamas-sempre-que-eu-c/?fbclid=IwAR0R9P6N5i7MDsyBc1Y8PnfxVytQcttgCCoiK5rqx7pTdpiNBXeNjc4H4A8) esse é o link de uma pergunta de 2016. Não sei se você lembra de mim, mas sou eu haha! Você me ajudou MUITO em oração esse momento difícil que eu passei, seus conselhos fizeram efeitos em mim também (comecei a ir na psicóloga e etc) mas então, preciso de uma ajuda. Bom, repassando o que aconteceu naquele tempo: Eu entrei numa escola muito boa, não consegui me adaptar (e nem deu tempo na verdade, foi tudo muito rápido) culpei muito Deus por tudo que eu estava passando (ERRADÍSSIMA.) e achei que estava sozinha. Meus pais, depois que saí ficaram super iper bravos comigo, fiquei 4 meses sem ir à escola. Mudei de escola, não deu certo. Mudei de escola, DEU CERTO. Fiquei lá até 2017, e ano passado minha mãe pagou uma escola particular pra mim. Ela foi demitida e esse ano voltei à antiga escola que eu estava em 2017. Então, agora posso falar: Vou para o Ensino Médio ano que vem, e queria tentar numa escola técnica. Desde o começo do ano venho me cobrando pra orar TODO DIA em prol disso, pra não acontecer o que aconteceu em 2016. MAS, eu venho com uma preguiça TRE MEN DA DE TUDO desde 2016. Tudo relacionado a Deus, tudo relacionado a escola, a relacionamentos em geral com pessoas. Eu fiquei bem desgastada depois daquilo. E não sei se tenho mais capacidade tanto educacional pra passar, e mental pra ficar em uma escola que exige um pouco mais de mim. Eu estou com MEDO, Su. Porque é minha última chance. Última chance de conseguir uma escola boa de graça (visto que escolas técnicas só pode entrar no 1 grau.) E minha mãe reforça isso comigo. Eu não consigo parar pra estudar, eu tenho preguiça demais (ERRADÍSSIMA2) Eu não tenho orado, e as vezes, me sinto culpada em falar isso, chego à questionar Deus. Mas sei que sem ele não sou nada. E FICA TUDO UMA BAGUNÇA NA MINHA CABEÇA DE NOVO. Sabe, eu não sei se me perdoei ainda por tudo que eu me fiz passar desde 2016. EU NÃO CONSIGO DEIXAR NO PASSADO. EU ME LEMBRO TODO DIA ISSO, E SE NÃO É EU, É ALGUÉM AO MEU REDOR. Eu não pedi perdão à Deus ainda. Ele que abriu essa oportunidade pra mim, pois passei 2015 inteiro orando e jejuando em prol do que eu achava ser meu sonho. E não dei 2 meses pra vê se ia dar certo. AGI TUDO NO DESESPERO, minha ansiedade me atrapalhou. E voltando pra 2019: não sei como reagir sobre eu tentar nessa escola técnica. SOCORRO!!! M.

Hello, M.! Quando li sua pergunta anterior, tive a impressão de que era você. Claro que me lembro das nossas conversas.

Primeira coisa: Você não pode encarar esse momento como “última chance”. Essa é a forma de pensar humana e limitada. Você tem um Deus imeeeeenso, que a ama de paixão e que já escreveu todos os seus dias. Se você entregar sua vida nas mãos dele e confiar nele, então ele vai providenciar para que você estudo no lugar certo, tenha o preparo certo e recebera a capacitação certa para cumprir os propósitos e planos dele. Confie, portanto, que se você entrar nessa escola técnica, Deus vai lhe dar a capacitação e as forças necessárias. Para isso, porém, talvez ele use pessoas para ajudá-la. O que nos leva ao item seguinte.

Segunda coisa: Se você parou de ir à psicóloga, é mais do que hora de voltar. Coloque isso como prioridade, pois, pelo jeito, ainda tem coisas daqueles episódios difíceis do passado que estão pesando muito em sua mente e em seu coração.

Terceira coisa: Pelo que, exatamente, você acha que precisa pedir perdão a Deus? Se você teve crises de ansiedade, se ficou emocionalmente fragilizada, se não deu conta de uma situação, isso não é motivo para pedir perdão, mas sim, para pedir ajuda, misericórdia, graça e compaixão de Deus. Ele está sempre disposto a lhe oferecer todas essas coisas de montão! Em vez de ficar se acusando, se martirizando, se culpando, mude o foco. Pare de olhar para si mesma e suas fraquezas (todos nós somos fracos!) e volte seu olhar para Deus, aquele que é forte e que nos fortalece.

E, por fim, converse com seus pais e outras pessoas de sua confiança para que eles a ajudem a estruturar uma rotina de estudos, descanso, alimentação saudável e serviço a outros (mais uma forma de tirar o foco de si mesma). Esse apoio será de imensa ajuda para você lidar com as pressões de estudos e afins. Lembre-se, ainda, de que todas as escolas têm psicopedagogos, coordenadores pedagógicos e professores que estão dispostos a orientar e ajudar quem precisa. Use esses recursos!

Que Deus lhe dê clareza, calma e confiança na bondade dele.

Até a próxima!

 

Kisses,

Su

Compartilhe!:

Posts Relacionados