Oi Su, por favor me ajude. Eu morro de medo da minha mãe por que ela me xinga muito,eu me sinto péssima e já pensei até em tirar minha própria vida, mas não tirei por que estava na escola e minhas amigas não deixaram e muito menos meu namorado,mas enfim, eu choro toda noite por causa disso e até me arranho por não gostar do meu corpo e fico com muitas dores de cabeça também, mas sempre que dou de cara com minha mãe,eu me sinto a pior filha do universo,ela já me disse isso também e outras coisas, eu altero a voz as vezes,mas é por que ela não me escuta,e quando ela vai me bater eu seguro o pulso dela mas não faço nada, eu queria muito saber o que fazer e com meu pai não é muito diferente. O que eu faço? C.

Hello, C.! Puxa, sinto muito que seus relacionamentos familiares sejam tão difíceis amiga! Mas, existem várias coisas que você pode fazer para mudar a situação, ou pelo menos sua forma de lidar com ela.

1 – Quanto a esses pensamentos de morte, se eles aparecerem outra vez, quero que você ligue de imediato para 188 (Centro de Valorização da Vida) ou visite o site https://www.cvv.org.br/. Eles têm um pessoal muito bacana, treinado para ajudar você nesses momentos de desespero.

2 – Acho que valeria a pena você escrever uma carta para seus pais falando dessa angústia que você sente por causa da forma que eles tratam você. Conte como as palavras deles e o modo de tratarem você causa tristeza e até sofrimento físico. Peça ajuda de Deus para escrever essa carta, entregue para eles e veja como Deus encaminha as coisas.

3 – Procure uma pessoa adulta de sua confiança aí por perto. Peça para Deus lhe mostrar se existe alguém que você conhece que poderá apoiá-la nessa situação. Pode ser uma tia, uma professora, uma coordenadora ou mediadora da escola, uma amiga da família – enfim, pense em alguma pessoa que seja tranquila, equilibrada e sábia. Conte para ela o que está acontecendo e peça para ela conversar com seus pais.

4 – Se não tiver ninguém por perto ou se as sugestões dos itens 2 e 3 não resolverem, ligue para o número 100 (Disque Direitos Humanos). É importante contar inclusive sobre o abuso físico que você sofre. Nesse número eles vão encaminhar seu caso para assistentes sociais e outros profissionais que poderão ajudar sua família. Eles não vão dizer para seus pais que foi você que ligou (qualquer um da vizinhança ou da família pode usar esse número). Peça para Deus lhe dar coragem para buscar essa ajuda!

5 – E deixei o mais importante para o final: Busque socorro de Deus. Conte para ele tudo o que está em sua mente e em seu coração e confie que ele vai lhe mostrar quais ajudas ele já está colocando diante de você hoje. Deus tem poder para mudar pessoas e situações. Ele já preparou uma saída para você e ele quer que você se relacione com ele e seja fortalecida por ele (se você ainda não tem um relacionamento com Deus, veja aqui: http://depapocomasu.blog.br/deus/2018/01/a-coisa-mais-importante-que-voce-precisa-saber/). Ele ama você de paixão e nunca vai abandoná-la. Confie nisso!

E, sempre que quiser conversar, é só passar aqui!

 

Kisses,

Su

Compartilhe!:

Posts Relacionados