Oii Su! Quanto tempo não venho aqui…mas precisava de sua ajuda! Há 7 meses eu conheci um rapaz da minha igreja, só que da congregação. Começamos a conversar e nos tornamos muito amigos,eu e ele somos parecidos em tantas coisas e temos os mesmos pensamentos. Nós queríamos namorar,mas antes disso começamos a orar. E sabemos que agora também não é a hora certa,talvez daqui um ano pois estou terminado o ensino médio e temos faculdade pela frente. Mas enquanto isso,continuamos conversando,se conhecendo, orando. Ele nunca me desrespeitou e nunca tivemos uma “aproximação” ,se você me entende kkk. Nada de beijo (combinamos assim) pra não começar errado. Somente abraços e conversas. Eu o amo muito,e não quero ficar com mais ninguém. Já dizemos que vamos esperar o tempo certo. Nossas intenções são de casamento e de um relacionamento sério,com a presença de Deus . Porém,meu pai não gosta dele. Ele vem me dizendo que não quer que eu converse com ele. Disse que ele não tem boas intenções e que ele nunca virá aqui em minha casa. Conversamos com nossos líderes da igreja e uns amigos. Todos torcem pela gente e falaram pra gente orar mais ainda. Combinamos de não conversar nos finais de culto pra ele não reclamar. Apaguei todas as mensagens,por mais que não fizéssemos algo errado. Está sendo muito difícil ficar sem falar com ele. Não quero namorar agora, só mais tarde. Não vejo nada de errado em ser amiga e gostar dele. Todos dizem ver futuro na gente e que deveríamos continuar com esse propósito. Porém,pra não desrespeitar,nos afastamos. Mas eu choro todas as noites e não sei o que fazer. Queria uma confirmação de Deus,uma resposta,se Ele quiser que isso acabe aqui ,vai doer mas pelo menos vou saber a vontade de Deus. Gostaria de fazer um propósito pra receber a resposta mas não sei como. Estou muito triste e confusa,me ajuda por favor! V.

Hello, V.! Bem-vinda de volta! 🙂

Entendo como sua situação é difícil. Em minha opinião, valeria a pena conversar com muita calma com seu pai e entender melhor quais são os motivos dele para não gostar desse garoto (dizer que alguém “não tem boas intenções” é meio subjetivo). Se você tem o apoio dos líderes da igreja, valeria a pena você pedir que um deles participasse dessa conversa. Quem sabe se uma pessoa de fora explicar que o garoto tem se mostrado íntegro e honrado e que vocês não têm planos de namorar no momento, mas apenas de desenvolver um relacionamento de amizade e continuar orando, seu pai não repensa essa proibição dele. A meu ver, não custa tentar…

Agora, se seu pai realmente proibir qualquer contato, vocês dois vão precisar confiar no plano de Deus. Se Deus já definiu que é para vocês dois assumirem um compromisso sério mais adiante, nada pode mudar isso – desde que vocês continuem a andar em obediência ao Senhor, buscando a vontade dele um passo de cada vez. Eu sei que uma separação (talvez temporária) é triste, mas talvez você tenha de conviver com isso sem saber exatamente qual será o próximo passo. Muitas vezes, Deus nos mostra as coisas aos poucos. Isso significa que não é necessário (nem apropriado) você “fazer um propósito” para receber uma resposta definitiva. Em geral, Deus não quer nos dar o mapa completo da viagem. Ele quer, sim, que a gente confie nele para a etapa de hoje. Se você realmente acredita que Deus é absolutamente bom, que ele ama você ao máximo e que ele tem bons propósitos para sua vida, você não precisa de uma resposta. Precisa, sim, pedir forças do Senhor para se apegar a essas verdades no meio da incerteza.

Pense na ideia de conversar novamente com seu pai, busque apoio de sua liderança e peça ao Espírito Santo que a encha de confiança Naquele que já escreveu todos os seus dias! Não será fácil, mas será agradável a Deus e, em última análise, trará paz ao seu coração!

Até a próxima!

 

Kisses,

Su

Compartilhe!:

Posts Relacionados