Olá Su. Graça e paz. Como posso responder a luz da Biblía quando alguem me diz uma coisa, que se você pensar por um lado pode fazer um certo sentido. Ouvi uma resposta na internet dizendo que somos Cristãos e trmos fé em Deus, porque nascemos e fomos criados desse jeito. Pois se tivessemos nascido no Japão, por exemplo, teriamos fé em outra religião, como Budismo. E que só acreditamos em Deus, porque fomos criados em um país que tem essa religião. E que cada religião tem seus próprios livros espirituais. Provavelmente essa pessoa que me respondeu, era ateia. Desde já obrigada, L.

Graça e paz, L.! Essa é uma questão interessante. A ideia de que nossas crenças religiosas podem ser influenciadas pela cultura é totalmente correta. Não tem razão para rebater nem discutir.  De fato, o ambiente social e familiar em que somos educados exerce impacto sobre nosso primeiro contato com a fé. Agora, só porque você nasceu em um contexto cultural que contribui para você conhecer a Cristo, não tem nada de errado com isso. Deus providenciou para que fosse dessa forma.

É bom lembrar, também, que só porque alguém nasceu em um contexto em que o cristianismo não é predominante, não significa que essa pessoa não tenha a mínima noção de Deus. A Bíblia deixa isso claro. Salmos 19. 1 diz que os céus anunciam a glória de Deus. Romanos 1.20-23 diz que todas as pessoas podem perceber a existência de Deus por meio da natureza, mas que muitas vezes elas escolhem desconsiderar essa realidade. Além disso, Efésios 1.1-14 diz que Deus escolheu todos que seriam salvos (pessoas de todas as partes do mundo) antes da criação do mundo. E, como Deus é soberano, ele providencia para que todas as pessoas que ele escolheu ouçam o evangelho, não importa onde elas estejam. Romanos 10.17 diz que a fé vem pela pregação do evangelho. Por isso Jesus deu a instrução de Jesus em Mateus 28.18-20, conhecida como Grande Comissão (veja especialmente a expressão “todas as nações” no versículo 19).

Resumindo: Sim, a cultura em que nascemos influencia nossas crenças. É algo e está debaixo do controle soberano de Deus. No entanto, não obstante as diferenças culturais, Jesus continua sendo o Caminho, a Verdade e a Vida (João 14.6) – a única forma de chegar a Deus. Por isso precisamos compartilhar as boas-novas com pessoas do mundo todo, seja de forma pessoal e direta, ou apoiando em oração e sustentando financeiramente aqueles que realizam o trabalho missionário.

Até a próxima!

 

Kisses,

Su

Compartilhe!:

Posts Relacionados