Olá Su. Quanto tempo. Então su, preciso desabafar um pouco. Então eu e minha mãe moramos em uma casa grande com meu irmão. Mas também temos um apartamento no fundo do quintal da minha vó. E toda que vez que temos problemas com meu irmão, nos mudamos para o apartamento, por causa da doença mental dele. ( É meio complicado explicar tudo isso). Mas minha mãe pensa em alugar a nossa casa principal e ficarmos em definitivo no apartamento mesmo, que é divido em duas partes. Tem até uma grade, para caso meu irmão surte, ele não nos machucar ou quebrar tudo. Mas minha mãe nunca sabe se ficamos no ape ou na casa mesmo. O que fica ruim para mim, pois na nossa casa, fica muito mais perto da igreja, célula. E parece que sempre que estou tentando ser firme, ir mais para o culto, acontece alguma coisa. Eu raramente vou ao culto, mas agora quero ficar firme, mas tem isso de ficar constamente mudando de casa. Parecendo que somos ciganos. O que eu posso fazer para lidar com isso, além de pedir para Deus me dar sabedoria? E outra coisa: Eu não acredito que Deus interfere em competições, por exemplo, times de futebol. Tem jogadores cristãos que pedem para Deus ajudá-los a ganhar, mas se o outro time for cristão, ou alguns jogadores, e pedir para Deus ajudar eles para que o time vença? Como fica? Eu creio, que Deus não interfere nessas situações, embora ele saiba quem vai ganhar. Eu acho isso meio complexo. Desde já, obrigada. L.

Hello, L.! Eu entendo que a situação em sua família é complexa e, portanto, que não há uma solução fácil para essa questão de moradia. Meu conselho, como conversamos anteriormente, é que você procure tratar desses assuntos com sua mãe. Eu sei que o diálogo entre vocês não é maravilhoso, mas, a meu ver, vale a pena você expressar para ela aquilo que você colocou aqui, especialmente sobre a instabilidade que essas mudanças trazem e seu desejo de ser mais frequente nas atividades da igreja.

Além disso, pode ser interessante conversar com o pessoal da igreja e ver se não há como alguém lhe dar carona caso você se mude para o apartamento (ou durante suas estadias temporárias lá). Eu sei que é difícil pedir coisas para outros, mas se você realmente quer participar dessa igreja, é o caso de buscar soluções práticas. E, se Deus julgar que é importante você participar dessa igreja, ele tem poder para providenciar os meios para que isso aconteça. Fique aberta, porém, para outras possibilidades. Conversar, perguntar, pedir e buscar sabedoria do alto – esse é o caminho prático, que Deus pode usar para trazer soluções.

Quanto a sua outra dúvida, Deus pode interferir em qualquer atividade humana para os propósitos dele, mas não apenas por um desejo/capricho nosso. Um jogador pode até pedir vitória, mas sabendo que Deus fará a vontade dele. É bem mais apropriado, contudo, pedir que Deus o ajude a jogar bem, a fazer seu melhor. É válido expressar para Deus os desejos de nosso coração, mas precisamos entender que ele não tem obrigação nenhuma de responder de forma afirmativa só porque nós pedimos. Por isso, Jesus deu o exemplo de oração: “Seja feita a sua vontade, e não a minha”. Oração deve ser sempre feita em atitude de sujeição. Isso vale para tudo, desde eventos esportivos, semáforos fechados e coisas do gênero até questões de família, casa e igreja 🙂

Até a próxima!

 

Kisses,

Su

 

Compartilhe!:

Posts Relacionados