Ooi Su, tudo bem? Quanto tempo! Eu queria conversar com vc sobre algo que tenho sentido ultimamente e sobre o rumo da minha vida nesses últimos meses. Esse ano eu mudei de escola e tal e quando fui fazer a prova pra entrar na escola eu orei a Deus, pedi q tudo fosse de acordo com a vontade Dele, e acabei passando na escola. Não quero pôr a culpa na escola nem nada, mas desde q entrei lá eu tenho só piorado e não gosto disso. Eu me sinto distante de Deus, tenho até me questionando sobre Ele (coisa que nunca havia feito), eu não estou satisfeita com minhas amizades na escola (não são amigas de verdade, apenas colegas,e a verdade é que eu não tenho amigos de verdade além de Jesus), eu tenho ido de mal a pior nas minhas notas, tenho chorado muito e me sentido mal. Não sei, sinto que mudei e não pra melhor. Eu continuo orando sempre, indo a casa de Deus, lendo a palavra, mas é como se não buscasse realmente a Deus sabe? Como se minha fé tivesse diminuído. Todas as minhas amigas da antiga escola estão felizes em suas novas escolas e novas amizades e eu me sinto horrível! Não aguento mais! Eu fico pensando que deveria ter ido pra outra escola e não para a que estou estudando, mas lembro que orei e pedi a Deus que fosse feita a vontade de Deus. Mas hoje, me pergunto se Deus abriu a porta pra mim e eu escolhi o lugar errado (pois havia passado na prova da escola que estou hj e em outra escola tbm) Não tenho mais vontade de ir na escola, não tenho buscado a Deus como antes e minha fé está fraca. Eu me ajudar tô horrível! Já disse a Deus que mudaria várias e várias vezes mas nunca consigo mudar efetivamente! Não sei o que fazer. Eu só queria voltar a ser como antes, queria que a minha vida fosse diferente. Queria ter amigos de verdade, queria estar numa escola que eu me sentisse bem e queria buscar mais a Deus, mas simplesmente não sei oq ué fazer. S.

Hello, S.! Já estava sentindo sua falta por aqui 🙂

Vamos começar pelo mais importante: seu relacionamento com Deus. Eu sei que pode parecer meio estranho, mas cristãos de todos os lugares e épocas passaram/passam por essa experiência que você está descrevendo, de sentir certo “distanciamento” no relacionamento com Deus. Na maioria das vezes, esse é apenas um sentimento. O fato de você continuar a buscar a Deus, conversar com ele e ler a Palavra (mesmo que pareça ser de modo meio automático), mesmo que não sinta a presença e a proximidade dele, é muito importante. Nessas horas, a gente faz as coisas pela fé, com base na convicção de que Deus nunca se afasta de nós e nunca nos deixa na mão. A realidade da presença, do cuidado e da direção dele é a mesma. O que varia é nossa percepção. Confie que Deus está sustentando você, mesmo que você não sinta isso. Não fique fazendo promessas e decisões de mudar. Peça para o Espírito trabalhar dentro de você no tempo e do jeito dele. Sozinhas, com nossas próprias forças, não podemos fazer coisa alguma. Nossa vida aqui na terra é de total dependência no Senhor.

Quanto à escola e às amizades, eu entendo que o ambiente pode ter uma influência sobre nosso ânimo e até sobre nossa percepção do relacionamento com Deus. Meu conselho é que você não tome nenhuma decisão imediata de mudança, mas continue a orar sobre essa questão. Você conversou com sua família sobre isso? Explicou como está se sentindo? A meu ver, seria produtivo trocar ideias com uma pessoa mais velha de sua confiança que esteja aí por perto e que esteja acompanhando sua trajetória, inclusive nessa questão da escola. Peça para Deus lhe mostrar com quem você pode discutir essa questão pessoalmente.

Quanto às amizades, eu sei por experiência própria que é difícil passar períodos sem amigos mais chegados. No entanto, essas fases também fazem parte da vida e não duram para sempre. Deus sabe que você precisa de amizades sólidas, com outras pessoas comprometidas com Cristo. Apresente essa questão para ele e confie que, no tempo exato ele vai suprir.

Em resumo: peça forças do Espírito para perseverar na comunhão com Deus (mesmo que você não sinta a presença dele). Peça clareza e sabedoria para avaliar a questão da escola. E peça muita paciência e força para esperar até que Deus proveja amigos verdadeiros.

Eu sei que esses períodos de espera e indefinição são muito difíceis, mas também posso lhe dizer, por experiência própria, que Deus tem bênçãos especiais reservadas para nós nesses períodos. Confie nisso.

E passe aqui para conversarmos sempre que quiser 🙂

 

Kisses,

Su

Compartilhe!:

Posts Relacionados