Paz e graça Sú! Me ajuda a entender, pq tem tantos cristães, semelhante as pessoas, não cristães? Tudo bem que realmente Deus não ver como o homem ver! E que só Ele conhece nosso coração, concordo que só Ele sabe quem é sincero ou não. Mas por outro lado Sú, quando conhecemos ao Senhor Jesus, queremos mudança, ansiamos por transformação, que acontece aos poucos de dentro para fora. Poxa Sú, sem querer jugar ninguem quem sou eu,mas tem irmães que não vigiam, vam a igreja com decotes abisurdos, e saias curtas, que quandi sentam tem que colocar a bibloa no colo, e irmãos que vestem calças tão apertadas, que parece que vai explodir a qualquer momento, camisas que ressaltam os musculos peitoral, nao estu falando de novo convertidos, pessoas que ja tem um tempo no evangelho. É muita senssualidade, é jovens e adultos, e quando alguma irmã mais conservadora fala algo a respeito, todos dizem a mesma frase pronta, Deus vê é o coração, e não as vestes, tem gente com roupa até o pescoço, que tem o coração mais sujo que o meu. De uma certar forma concordo tb, mas coração 100% puro, nem quem usa vestes compostas, e nem que usa roupas mais ousadas, tentamos ser pessoas melhores a cada dia. Mas vc se vestir uma roupa mas composta, e mudar algumas atitudes que as cauasa escandalo para algums irmãos, é renuncia, obidiencia. Ai Sú! Não quero está aqui dando uma de certinha, sou toda errada, mas sera que esse pensamento, está errado? Qual a sua visão sobre vestes para um cristão? E se vc tiver algum versiculo, por favor me passe tb. D.

Hello, D.! Para começar, precisamos entender que nem todos que frequentam uma igreja são cristãos (e nem todos que estão fora da igreja são descrentes). Como você mesma observou, não podemos julgar o coração dos outros. Mas, a presença do Espírito Santo dentro de uma pessoa sempre começa a produzir frutos. Às vezes demora, e a gente não enxerga de imediato, mas os frutos são garantidos. Se alguém está esquentado banco de igreja há anos e não teve mudança alguma de vida, precisa avaliar seriamente seu compromisso com Deus. Veja, por exemplo, o que Jesus diz em Mateus 7.15-23. Além disso, somos salvos pela graça por meio da fé, mas essa fé se expressa em obras. Veja Tiago 2.16-26. É natural, portanto, esperar que cristãos autênticos deem frutos e expressem a fé de maneiras práticas. Mais importante de tudo nessa história, é avaliarmos nossa vida e entendermos o quanto estamos buscando diariamente o auxílio de Deus para darmos bons frutos. E também orarmos por aqueles que talvez estejam na igreja, mas ainda não estejam comprometidos com Deus, ou que ainda precisam amadurecer no Espírito para começar a dar bons frutos (todos nós!).

Quanto às vestimentas, considero que não devemos ser legalistas e nos apegar apenas usos e costumes, mas também não devemos jogar o bom senso e o recato pela janela. Quando o apóstolo Pedro fala sobre esse assunto em 1Pedro 3.3-4, ele não está proibindo enfeites e joias, mas indicando que a vida interior com Deus deve se refletir em uma forma discreta e moderada de se vestir. O livro de Provérbios está lotado de conselhos sobre sabedoria, prudência e bom senso que se aplicam a todas as áreas da vida, inclusive às vestimentas para mulheres e homens. Se cremos, de fato, que fomos comprados por Deus por um alto preço, devemos nos portar com temor reverente, sabendo que nosso corpo pertence a ele (veja 1Pedro 1.17-20). Saber disso nos ajuda a ter equilíbrio no cuidado com a beleza, com o corpo, com as vestimentas. E também nos ajuda a acolher (e não julgar) e a instruir em amor aqueles que têm mais dificuldade nessa área.
É isso, amiga!

Bom fim de semana, e até a próxima!

 

Kisses,

Su

Compartilhe!:

Posts Relacionados