Su. Como lidar com certas coisas da igreja, que não se enquadra na bíblia. Por exemplo, já fui em um retiro da minha igreja, e eles falaram que existe um demônio pequeno chamado zézao da mata, que fica em cima da cabeça das pessoas, pressionando os olhos, para elas dormirem no culto. Até pesquisei na internet e não achei nada disso. Kisses. L.

Hello, L.! De fato, a Bíblia não tem o interesse por detalhes referentes a demônios que algumas pessoas/igreja parecem ter. A Bíblia se preocupa muito mais em nos revelar Deus, seu poder e a vida que ele tem para nós.

Uma igreja pode ter diferentes graus de pureza e fidelidade à Bíblia. Nenhuma igreja é perfeita em todos os seus ensinamentos. Mas, quando o ensino começa a fugir da Bíblia com frequência, aí é preocupante. Por isso é tão importante você estudar e entender a Bíblia, para comparar com ela o que você ouve de púlpito.

Por exemplo, se sua igreja começar a dar ênfase excessiva sobre essa questão de demônios, pode ser interessante conversar com a liderança e dizer que essa não é a ênfase bíblica. Não reclame disso para outros membros. Fale com os líderes. E, se as coisas não mudarem, procure uma igreja que valorize mais o estudo e a pregação das Escrituras.

Agora, se esse episódio do retiro foi algo isolado, e se essa não é a linha geral de sua comunidade, deixe quieto. Uma questão ocasional não é motivo para mudar de igreja.

Fique atenta, portanto, à linha teológica. Pesquise online a diferença entre cristianismo reformado/tradicional, pentecostalismo tradicional e neopentecostalismo. Este último é que traz algumas questões problemáticas, que fogem das prioridades bíblicas. Se você notar que sua comunidade está indo por esse caminho, peça para Deus lhe mostrar outro lugar. Ore por sabedoria, discernimento e clareza para examinar tudo e comparar com a Palavra.

Até a próxima!

 

Kisses,

Su

Compartilhe!:

Posts Relacionados